Fabio Baroli - MAM Rio de Janeiro - Prêmio Aquisição Marcantônio Vilaça Funarte

03.07—14.09.2014

 

A ideia de incluir um conjunto de artistas e obras para concorrer ao edital foi a maneira encontrada pelo museu para o estabelecimento de uma política de aquisição através do prêmio, procurando preencher lacunas ou adquirir obras ainda não incluídas no acervo MAM – seja na coleção própria do museu, seja nas coleções Gilberto Chateaubriand e Joaquim Paiva que estão em comodato. A aquisição de obras de Ernesto Neto, Carlos Bevilacqua, Eduardo Coimbra, João Modé, Luiza Baldan, Guilherme Dable, Jimson Vilela e Fabio Baroli, trazem ao museu duas gerações distintas com um conjunto especial de trabalhos, qualificando assim o acervo do MAM-Rio.