Veja todas as obras

Anna Costa e Silva

Artista visual e cineasta. Mestre em Artes Visuais pela School of Visual Arts, NY, seu trabalho explora as interseções entre cinema, artes visuais, artes cênicas e práticas relacionais, tendo o encontro como principal suporte artístico.

Recentemente, recebeu os prêmios FOCO Bradesco ArtRio e a Bolsa Funarte de Estímulo à Produção Artística. Realizou as exposições individuais “Assíntotas” (Caixa Cultural, RJ, 2014), “Autorretrato” (Muv Gallery, RJ, 2015) e “Éter” (Phosphorus, SP, 2015) com curadoria de Franz Manata, Bernardo Mosqueira e Maria Montero respectivamente.

Expôs seu trabalho em diversas exposições coletivas, em instituições como Parque Lage, Galeria do Lago – Museu da República, ArtRio, Centro Cultural Justiça Federal, Oi Futuro, Grace Exhibition Space (NY), Interstate Projects (NY) e na mostra Inventing Abstraction do MoMA- NY. Foi artista residente no Phosphorus, na School of Making Thinking (Catskills, NY) e na Salzburg Academy of Fine Arts.

Em 2012, recebeu os prêmios American Austrian Foundation Award for Fine Arts, competindo com estudantes de mestrado de todas as universidades americanas e Edward Zutreau Memorial Award for Fine Arts pela sua tese de mestrado, a videoinstalação Assíntotas, na School of Visual Arts.

Possui trabalhos na coleção permanente do MAR – Museu de Arte do Rio.

É diretora e roteirista da série de documentários “Olhar” para o canal Arte1, sobre arte contemporânea no Rio de Janeiro, que estréia no dia 10.11.2015. Começou sua carreira dirigindo curtas metragens, apresentados e premiados em festivais em países como Estados Unidos, França, Portugal, Austrália e Bulgaria. Trabalhou como assistente de direção em 8 longas metragens, com diretores como Cacá Diegues, Jorge Durán, Arnaldo Jabor e Marcos Prado.





Nascida em 1988, Rio de Janeiro, Brasil.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil.

Exposições na Galeria Superfície

2017

Anna Costa e Silva - Ofereço Companhia



Exposições Individuais

2018

Púrpura - Experiência móvel pela cidade do Rio de Janeiro.

2017 Éter. Centro Cultural Justiça Federal, Rio de Janeiro.

Ofereço Companhia. Galeria Superfície, São Paulo. Curadoria: Bernardo Mosqueira.

2016 Assíntotas. Espaço EMCB, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo Mosqueira.

Eu, eu que estou a espera. casamata, Rio de Janeiro. Curadoria: Laura Cosendey, Mariana Gama e Duda Pedreira.

2015 Éter. Espaço Phosphorus, São Paulo. Curadoria: Maria Montero.

Autorretrato ano 02. Muv Gallery, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo Mosqueira.

2014 Assíntotas. Caixa Cultural, Rio de Janeiro. Curadoria: Franz Manata.



Exposições Coletivas

2018

Caixa Preta. Galeria Anita Schwartz, Rio de Janeiro, Brasil.

Arte Laguna Art Prize. Nappe Arsenale Nort, Veneza, Itália.

2017 Unanimous night. Contemporary Art Center, Vielnus, Lithuânia. Curadoria: Bernardo de Souza.

Art in Odd Places. Nova Iorque. Curadoria: Nicolás Estévez, Rocio Aranda e Jody Waynberg (prevista).

Abre Alas 13. A Gentil Carioca, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo de Souza, Maria Laet, Marcio e Mara Fainziliber.

Mostra Self Service. Despina / Largo das Artes, Rio de Janeiro.

2016 A Coisa Pública. Largo das Artes, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo José de Souza e Bernardo Mosqueira.

O que vem com a aurora. Casa Triângulo, São Paulo. Curadoria: Bernardo Mosqueira.

Xanadona. A Gentil Carioca, Rio de Janeiro. Curadoria: Aleta Valente, Anitta Boa Vida e Caroline Valansi.

I Mostra Imagem em Movimento do Parque Lage. Casa França Brasil, Rio de Janeiro. Curadoria: Lisette Lagnado.

2015 PrimaVerinha Cósmica. Oi Futuro Flamengo, Rio de Janeiro. Curadoria: João Paulo Quintella.

Caminhada silenciosa e Práticas de estar com. Espaço Phosphorus, São Paulo.

Encruzilhada. Parque Lage, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo Mosqueira.

Casa 70. Casa 70, Rio de Janeiro. Curadoria: Elisangela Valadares.

Ocupação Arte Sonora. Rio de Janeiro. Curadoria: Franz Manata e Saulo Laudares.

2014 Práticas de Estar Com / Encontros não documentados. Galeria do Lago, Rio de Janeiro. Curadoria: Isabel Portella – RJ.

Prêmio FOCO Bradesco ArtRio. ArtRio, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo Mosqueira.

In Search for the Magic Lantern. Grey Zone, Nova Iorque, EUA. Curadoria: Grace Exhibition Space.

Group Velocit. Nova Iorque, EUA. Curadoria: Summer Guthery - Interestate Projects.

Bota na Roda 11. Rio de Janeiro. Curadoria: Coletivo Bota na Roda.

Práticas de Estar Com. Parque Lage, Rio de Janeiro.

A realidade é só uma forma – Anna Costa e Silva, Elisa Pessoa e Gab Marcondes. Centro Cultural Justiça Federal, Rio de Janeiro. Curadoria das próprias artistas.

2013 Acervo Aberto. TAL Tech Art Lab, Galeria, Rio de Janeiro. Curadoria: Gabriela Maciel.

Performar a Loucura . Museu Imagens do Insconsciente, Rio de Janeiro Curadoria: Juliette Lizrahy.

Between Two Thoughts. Westside Gallery - Nova Iorque, EUA. Curadoria: Richard Brooks.

Inventing Abstraction . MoMA, Nova Iorque, EUA. Curadoria do programa Inventing Abstraction do MoMA.

Práticas de Estar Com 04. Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque, EUA.

Split Ends. Visual Arts Gallery, Nova Iorque, EUA. Curadoria: Tim Saltarelli.

2012 SPAM. Flushing Town Hall, Nova Iorque, EUA. Curadoria: Thing NY.

Self Portrait . Salzburg International Academy of Fine Arts , Salzburgo, Austria. Curadoria: Matts Leiderstam.

Práticas de Estar Com 02. Catskills Gallery, Catskills, EUA.

Práticas de Estar Com 01. School of Making Thinking, Catskills, EUA.

2009 Fabrica. Fabrica Bhering, Rio de Janeiro. Curadoria: Anna Costa e Silva, Marcela Florido e Carolina Barreto.

Prêmios.

2016 Centro Cultural Justiça Federal - edital para exposição individual.

2015 Bolsa Funarte de Estímulo à Produção Artística.

2014 Prêmio FOCO Bradesco ArtRio.

Caixa Cultural – edital para exposição individual.

2013 Edward Zutrau Scholarship Award for Fine Arts – School of Visual Arts.

2012 American Austrian Foundation Prize for Fine Arts – prêmio para 3 alunos selecionados entre mestrandos de todas as universidades americanas.

2010 Nominação para Melhor filme experimental – “Vozes” – In The Palace Film Festival – Bulgária.

2009 Melhor filme experimental – “Vozes” – FestCine Amazônia – Brasil.

Melhor fotografia e Melhor atriz – “Vozes” – FestCine Maracanaú – Brasil.

Accolade Award of Excellence “Vozes” – The Accolade Film Competition – Estados Unidos.

2007 Melhor direção “O Nosso Amor É Tão Bonito” – FestCine Amazônia – Brasil.

Residências Artísticas.

2016 EAVerão – EAV Parque Lage – Rio de Janeiro, Brasil.

2015 Phosphorus – São Paulo, Brasil.

2012 Salzburg International Academy of Fine Arts - AAF Fellowship winner – Salzburgo, Austria.

School of Making Thinking - Catskills, NY, Estados Unidos.



Coleções Públicas

MAR – Museu de Arte do Rio.