Quebra-mola de paçoca

Veja todas as obras

Débora Bolsoni

Mestre em Poéticas Visuais pela Escola de Comunicações e Artes – USP (2014). Estudou na EAV Parque Lage no Rio de Janeiro (1991 a 1993) e na Saint Martin School of Art em Londres (1993). Leciona Práticas Artísticas Contemporâneas na Fundação Armando Álvares Penteado desde 2018. Foi artista residente da Cité Internationale dês Arts, Paris (2017); URRA Projects, Buenos Aires (2015); CC-Remisen, Brande, Dinamarca (2004); Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte (2005); e MAMAM no Pátio, Recife (2006).

 

Dentre as últimas exposições, destacam-se as individuais “No name, but names” (Drawing Lab, Paris, 2017); “Descaracter” na Galeria Jaqueline Martins (São Paulo, 2016); “Urbanismo geral” na Galeria Athena Contemporânea (Rio de janeiro, 2015), e as mostras coletivas “A spear a spike a point a nail a drip a drop the end of the tale” – galeria Ellen de Bruijne Projects (Amsterdã, 2016); “Condor Project” – galeria The Sunday Painter (Londres, 2015); “Southern Panoramas – 19º Festival de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil” – SESC Pompéia (São Paulo, 2015); “Tout Doit Disparaître” – La Maudite (Paris, 2015); “Raw” (Rio de Janeiro, São Paulo e Milão, 2015); e “Imagine Brazil, Astrup Fearnley Museet” (Oslo, 2014).





Nascida em 1975, Rio de Janeiro, Brasil.
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

Exposições na Galeria Superfície

2018

O Inferno de Boazinha



Exposições Individuais

2017

No names, but names. Drawing Lab, Paris, França.

2016

Descaracter. Galeria Jaqueline Martins, São Paulo, Brasil.

2015

Urbanismo Geral. Galeria Athena Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.

2014

Dentro Fora. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

Luminoso de portão. Coletivo 2&1, São Paulo, Brasil.

2011

Feira de Rua. ZonaMACO/Solo Project, Cidade do México, México.

2010

Leitura de Praia. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

2007

Mudança de Lugar. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

Fazer Crer. Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brasil.

2006

Porta com Medalha. Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo, Brasil.

2001

Individual e Simultânea. Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo, Brasil.

2000

Baldios. Zouk Atelier e Galeria de Arte, São Paulo, Brasil.



Exposições Coletivas

2018

A Poesia e as Artes Visuais. Galeria Superfície, São Paulo, Brasil.

2017

A pureza é um mito. Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil.

Miniatures, Models, Voodoo and Other Political Projections. Blau Projects, São Paulo, Brasil.

2016

A spear a spike a point a nail a drip a drop the end of the tale. Ellen de Brujine Projects, Amsterdã, Holanda.

Nós vivemos na melhor cidade da América do Sul. Átomos Art Space, Rio de Janeiro, Brasil.

Sempre um ponto de identidade, sempre distinção. Galeria Jaqueline Martins, São Paulo, Brasil.

Utensílio. Galeria Sankovsky, São Paulo, Brasil.

Aparição. Caixa Culltural, Rio de Janeiro, Brasil.

O Estado da Arte. Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil.

Condo. The Sunday Painter, Londres, Reino Unido.

2015

Tout Doit Disparaître. La Maudite, Paris, França.

Southern Panoramas – 19º Festival de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil. SESC Pompéia, São Paulo, Brasil.

Tudo que É Sólido Desmancha no Ar. Galeria Jaqueline Martins, São Paulo, Brasil.

Alimentário | Arte e Construção do Patrimônio Alimentar Brasileiro. Expo Milano 2015, Milão, Itália.

Alimentário | Arte e Construção do Patrimônio Alimentar Brasileiro. OCA, São Paulo, Brasil.

Mostra Retrospectiva – 25 anos do Programa de Exposições. Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil.

2014

Alimentário | Arte e Construção do Patrimônio Alimentar Brasileiro. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Aparição. Galeria Athena Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.

Grave. Laboratório Curatorial SP-Arte, São Paulo, Brasil.

2013

Brutalidade Jardim. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

Imagine Brazil: Artist’s Books. Astrup Fearnley Museet, Oslo, Noruega.

Betão à Vista. Museu Brasileiro de Escultura, São Paulo, Brasil.

Escalas. Estúdio Álvaro Razuk, São Paulo, Brasil.

2012

O Retorno da Coleção Tamagni | até as estrelas por caminhos difíceis. Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.

2011

Eu estou aqui. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

Dublê. Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil.

Encontros com o Outro Mundo. ECARTA Gallery, Porto Alegre, Brasil.

2010

Paralela | A Contemplação do Mundo. Liceu de Artes e Ofícios, São Paulo, Brasil.

Kierkegaard’s Walk. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

Sempre à Vista. Mendes Wood DM, São Paulo, Brasil.

3o Rodada. Centro Cultural Bradesco, Florianópolis, Brasil.

Corsário Cassino Museu. Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, Brasil.

2009

Absurdo. 7ª Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil.

Exposição de Verão 6. Galeria Silvia Cintra e Box 4, Rio de Janeiro, Brasil.

Realidade Imprecisas. SESC Pinheiros, São Paulo, Brasil.

2008

Temporada de Projetos. Paço das Artes, São Paulo, Brasil.

Contraditório: Panorama da Arte Brasileira. Sala Alcalá 31, Madri, Espanha.

Quase Líquido. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.

Intimidade Pública. Éden, São Paulo, Brasil.

De Perto, De Longe: Mostra Paralela. Liceu de Artes e Ofícios, São Paulo, Brasil.

Cover: Reencenação + Repetição. Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.

2007

Contraditório: Panorama da Arte Brasileira. Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.

Intimidades: Homenagem a Leonilson. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

2006

MAM na Oca: Mostra da Coleção do Museu de Arte Moderna de São Paulo. OCA, São Paulo, Brasil.

Singular e Plural. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil.

2005

Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo. Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil.

Verbo. Galeria Vermelho, São Paulo, Brasil.

Mostra SESC de Artes: Mediterrâneo. SESCs, São Paulo, Brasil.

2004

Exposição Final da Residência em Artes Remisen-Brande. Brande City Hall Gallery, Brande, Dinamarca.

Lord Palace Hotel. Lord Palace Hotel, São Paulo, Brasil.

Labdart. SESC Pinheiros, São Paulo, Brasil.

2002

Situação #1. Edifício Copan, São Paulo, Brasil.

Plano Copan. Edifício Copan, São Paulo, Brasil.

30º Salão de Arte Contemporânea de Santo André. Paço Municipal, Santo André, Brasil.

Três Tridimensionais. Adriana Penteado Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil.

2001

1º Bienal de Gravura de Santo André. Paço Municipal, Santo André, Brasil.

Figura Impressa. Adriana Penteado Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil.

Deslocamentos: Rumos Itaú Cultural. Centro de Cultura Dragão do Mar, Fortaleza, Brasil.

Exposições de formandos em Artes Plásticas – ECA/USP. Casa das Rosas, São Paulo, Brasil.

2000

Deslocamentos: Rumos Itaú Cultural. Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brasil.

Realidades Sobrepostas. Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo, Brasil.

Casa de Todos – Mostra do Projeto Linha Imaginária. São Paulo, Brasil.

Há Margem. Centro de Comunicações e Artes do SENAC, São Paulo, Brasil.

1999

Paisagem e Arte: A Invenção da Natureza, a Evolução do Olhar. Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo, Brasil.

24º Salão de Arte de Ribeirão Preto. Casa de Cultural, Ribeirão Preto, Brasil.

1998

Investigações: Rumos Itaú Cultural. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.

Mostra Rio Gravura. FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil.



Coleções Públicas

Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.

Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.

Remisen-Brande Art Collection, Brande, Dinamarca.

Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.

Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, Brasil.

Coleção de Arte da Cidade, São Paulo, Brasil.

Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil.



Bibliografia

VISCONTI, Jacopo Crivelli; VILLELA, Rodrigo; RIBENBOIM, Felipe. “Alimentário: Arte e Construção do Patrimônio Alimentar Brasileiro”. Museu de Arte Moderna: Rio de Janeiro, 2014. p.39 e p.116. Catálogo da Exposição.

PEDROSA, Adriano; DUARTE, Luisa. “Arte Brasileira Contemporânea”. São Paulo: Cosac Naify, 2013. p. 302-305.