Brincar com Volpi

View all artworks

Martinho Patrício

Part of Martinho Patrício’s projects starts from the observation of the daily life, of its relation with the places and people, of affectivity. The approximation and articulation with customs, beliefs and values are fundamental for the construction of his work, proposing the widening of meanings, reconfiguring in new data.





Born in 1964, João Pessoa, Brazil.
Lives and works in João Pessoa, Brazil.

Exhibitions at Galeria Superfície

2016

Martinho Patrício

A matriz afro e os elementos formais

2020

Obras Recentes



Individual Exhibitions

2017

Expansão. Casarão 34, João Pessoa, Brazil.

2016

Martinho Patrício. Galeria Superfície, São Paulo, Brazil.

2005

Brincar com Lygia. Observatório Cultural Malakoff, Recife, Brazil.

2002

Martinho Patrício. Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brazil.

Martinho Patrício. Espaço Cultural Casa da Ribeira, Natal, Brazil.

2000

Martinho Patrício. Espaço Cultural Sérgio Porto, Rio de Janeiro, Brazil.

Martinho Patrício. Centro Cultural de São Francisco, João Pessoa, Brazil.

1999

Martinho Patrício. Galeria Vicente do Rego Monteiro – Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brazil.

1997

Martinho Patrício. Núcleo de Arte Contemporânea da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brazil.

Martinho Patrício. Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brazil.

Martinho Patrício. Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco, Olinda, Brazil.

1991

Martinho Patrício. Pinacoteca da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brazil.



Collective Exhibitions

2018

Tempos Sensíveis. Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brazil.

Histórias Afro-Atlânticas. Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, Brazil.

2017

Projeto Desvios. Sesc Palladium, Belo Horizonte, Brazil.

Evoé. Galeria Amparo 60, Recife, Brazil.

2016

A Matriz Afro e os Elementos Formais. Galeria Superfície, São Paulo, Brazil.

Em Espera. Museu de Arte Contemporânea de Campinas. Campinas, Brazil.

Em Espera. Museu Murilo La Greca. Recife, Brazil.

Vértice – Coleção Sérgio Carvalho. Centro Cultural dos Correios, São Paulo, Brazil.

2015

Vértice – Coleção Sérgio Carvalho. Centro Cultural Correio Rio de Janeiro, Brazil; Museu Correio, Brasília, Brazil.

Ter Lugar Para Ser. Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brazil.

Múltiplos no MAMAM. Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brazil.

2014

É Tudo Nordeste? (3ª Bienal da Bahia). Galeria Hansen Bahia, Cachoeira, Brazil.

2013

Galeria Virgílio, São Paulo, Brazil.

2012

Galeria Virgílio 10 anos. Galeria Virgílio, São Paulo, Brazil.

2011

Vicissitudes. Galeria Virgílio, São Paulo, Brazil.

Incorporações. Arte Afro-Brasileira Contemporânea. La Centrale Electrique, Brussels, Belgium.

2010

Incompletudes. Galeria Virgílio, São Paulo, Brazil.

2009

Grito e Escuta (7ª Bienal do Mercosul). Fundação Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brazil.

2008

30º Panorama da Arte Brasileira: Contraditório. Alcalá 31, Madrid, Spain.

Arte Contemporânea e Patrimônio. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brazil.

2007

30º Panorama da Arte Brasileira: Contraditório. Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brazil.

Futuro do Presente. Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brazil.

Selecciónde la 27ª Bienal de São Paulo: Cómo Vivir Junto. Museu de Arte Contemporânea do Chile, Santiago, Chile.

2006

Como Viver Junto (27ª Bienal Internacional de São Paulo). Pavilhão Bienal, Parque do Ibirapuera, São Paulo, Brazil.

Coleção MAMAM: doações 2001–2004. Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brazil.

Desenho Contemporâneo. MCO Arte Contemporânea, Porto Portugal.

Dupla Herança. Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, Brazil.

Gráfico Adesivo. Centro Cultural Casa da Ribeira, Natal, Brazil.

2005

Homo Ludens: Do Faz de Conta à Vertigem. Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brazil.

Nordeste: Fonteiras, Fluxos e Personas. Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, Brazil.

2004

Narrativas: Desenho Contemporâneo Brasileiro. Centro Cultural de São Francisco, João Pessoa, Brazil.

Coleção MAMAM: Doações 2001–2004. Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brazil.

Obras do Acervo – Faxinal das Artes. Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brazil.

2003

Ordenação e Vertigem. Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, Brazil.

2002

Pupilas Dilatadas. Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brazil.

Rumos da Nova Arte Contemporânea Brasileira. Paço das Artes, Belo Horizonte, Brazil.

2ª Bienal Internacional de Buenos Aires. Museu de Bellas Artes, Buenos Aires, Argentina.

Faxinal das Artes. Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brazil.

Caminhos do Contemporâneo: 1952–2002. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brazil.

2001

Onde o Tempo se Bifurca. Centro Cultural de São Francisco, João Pessoa, Brazil.

2000

Entre o Eu e o Mundo... Centro Cultural de São Francisco, João Pessoa, Brazil.

1999

Projeto Nordestes. SESC Pompeia, São Paulo, Brazil.

Coletiva. Galeria Funjope da Fundação Cultural de João Pessoa, João Pessoa, Brazil.

1998

Salão MAM, 5º. Museu de Arte Moderna da Bahia. Salvador, Brazil.

1997

Arte Contemporânea da Gravura. Museu Metropolitano de Arte de Curitiba, Curitiba, Brazil.

1996

Antarctica Artes com a Folha. Pavilhão Manoel da Nóbrega, São Paulo, Brazil.

Anos 80: Artistas Emergentes. Núcleo de Arte Contemporânea da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brazil.

3º Salão MAM-Bahia. Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brazil.

1994

5º Salão Municipal de Artes Plásticas. Núcleo de Arte Contemporânea da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brazil.



Public Collections

Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brazil.

Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brazil.

Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brazil.

Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brazil.

Fundação Cultural de João Pessoa, João Pessoa, Brazil.

Núcleo de Arte Contemporânea da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brazil.

Pinacoteca da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brazil.