Por Ser de Lá

28.11.2019—25.01.2020

 

Artista:
Alan Adi

A Galeria Superfície apresenta “Por Ser de Lá”, exposição individual do artista Alan Adi. Com texto de Ana Maria Maia, a mostra reúne trabalhos de algumas séries desenvolvidas pelo artista ao longo dos últimos anos, nas quais se debruça sobre a música popular nordestina.

 

Neste apanhado, as capas de discos servem como fonte e suporte dos seus trabalhos, construindo narrativas que abraçam temas históricos do país como, por exemplo, os deslocamentos populacionais inter-regionais. Em sua obra “Migrantes” são exibidas capas de discos de artistas nordestinos que em algum momento migraram para o sudeste do país; nelas, a figura humana é ocultada em alusão à migração daquele ator social. Colocadas em sequência, essas capas formam uma paisagem singular, na qual a imagem, ou a ausência dela, instiga e solicita ao leitor a reflexão sobre presença humana ali um dia existente.

 

Os títulos dos discos e músicas também colaboram para compor um território capaz de sugerir cenas de deslocamentos, sendo o próprio nome da exposição uma referência à canção “Lamento Sertanejo”, de Gil e Dominguinhos. Nesta canção, os letristas criam uma das mais apuradas representações do migrante nordestino, para muito além do lugar-comum que o mesmo é habitualmente retratado – esforço este que está no cerne da produção do artista.

 

_
Texto: Ana Maria Maia

 

_
A exposição fica em exibição até o dia 25 de janeiro de 2020 e pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h às 19h, e sábado, das 11h às 17h.